Buscar
  • douglassoave0

Como ficam seus investimentos de renda fixa com a SELIC a 4,25% ao ano

O Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) anunciou nessa quarta, dia 16, novo aumento para a taxa SELIC, dessa vez em 0,75 ponto percentual. Com isso, a Selic passa de 3,50% para 4,25% ao ano.


O ajuste de 0,75 ponto percentual já era amplamente esperado pelo mercado.


Trata-se da terceira alta consecutiva da taxa básica de juros, que ficou estacionada na mínima histórica de 2,00% entre agosto de 2020 e março deste ano.


Inclusive, o mercado passa a ver Selic a 6,25% este ano, com inflação e crescimento maiores. O último relatório Focus mostrou ainda, além da projeção de alta da SELIC a décima alta seguida na projeção para a inflação deste ano, agora em 5,82%.


Assim, os investimentos em renda fixa que tem a taxa Selic como base de seus rendimentos passam a ter seu rendimento aumentado e sua probabilidade de ganhar da inflação e preservar o poder de compra do investidor. É o caso do Tesouro Selic (LFT), dos fundos DI e de títulos bancários, como os CDB, LCI e LCA pós-fixados.


Mesmo com a alta da SELIC temos uma poupança que rende menos que outros investimentos de renda fixa como mostra a tabela abaixo:


3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Noticiário Corporativo – 17/06/2021

Confira os principais destaques do mercado para 17/06/2021 #CESP6 - Cesp informou que fundos de investimento e investidores não residentes geridos pela Squadra Investimentos elevaram sua participação